DESAFIO LIVRADA 2018

                       Animada por ter cumprido o Desafio em 2017, e sobretudo com a versatilidade de minhas leituras, decidi encará-lo novamente este ano. Esses livros na foto, são os que já estavam na minha estante, e que já estava querendo ler. Alguns já providenciei e outros virão a tempo. Abaixo a lista, para ir anotando, a medida que for concluindo a leitura.     

1 – Um livro de poesia nacional contemporânea – Da Arte das Armadilhas / Ana Martins Marques
2 – Uma distopia – 1984 / George Orwell
3 – Um livro de abordagem metafísica – Fausto / Goethe
4 – Um livro de história – Histórias da Gente Brasileira / Mary del Priore
5 – Um livro narrado em primeira pessoa – São Bernardo / Graciliano Ramos, terminei de ler em 16/05/2018, livro fantástico, adorei quero reler Vidas Secas, e ler os outros livros dele.
6 – Um romance hispano-americano – Ninguém escreve ao Coronel / Gabriel Garcia Márquez, lido em 25/02/2018, meu segundo livro de Gabriel Garcia, li de um folego só, curtinho, mas intenso. vontade de ler todos os outros que tenho dele, em casa.
7 – Um livro experimental – Macunaíma/ Mario de Andrade
8 – Um livro com um título impactante – O Som e a Fúria/ William Faulkner
9 – Um livro ilustrado – Outros jeitos de usar a boca / Rupi Kaur, terminei de ler em 28/01/2018. Adorei a forma como a autora usa as palavras e a ilustração para se comunicar. 
10 – Um livro que se passa num país sobre o qual você não conhece nada – Yummah / Sarah A. Al Shafei (Barein); terminei de ler em 09/02/2018. Muito gostosa a leitura, não dá vontade de parar, interessante a história da protagonista, os costumes do país, bem como a história.
11 – Um livro contemporâneo a si mesmo – A Montanha Mágica / Thomas Mann, 18/03/2018.
12 – Um livro que foi lançado no ano que você nasceu – Bilhar as nove e meia / Heinrich Boll
13 – Um livro sobre música – Rita Lee Uma Autobiografia
14 – Um livro sobre um tema que você acha tabu – Lolita /Vladimir Nabokov
15 – Escolha de Yuri – O Obsceno Pássaro da Noite / José Donoso

 

 

desafio           Para quem não conhece, o Desafio Livrada, foi criado por Yuri, do canal Livrada, em que ele determina 15 categorias de livros, para serem preenchidos com livros a escolha de cada um que topar o desafio, a serem lidos ao longo do ano. Cada um faz suas escolhas dentro da categoria que ele determinou, sendo que a 15ª, é ele quem escolhe. Eu só descobri, o canal, no segundo semestre do ano passado, e embora tenha ficado com vontade de seguir, não cheguei a listar minhas escolhas. Este ano foi diferente, resolvi encarar, porque vai ser divertido, e o fato de já estar seguindo um outro projeto, tem me ajudado a ler mais, e de forma mais diversificada. A maioria das pessoas que resolvem topar o desafio, postam vídeo no youtube, mas como não tenho canal, nem pretendo ter, achei melhor abrir uma página aqui no blog, para ir acompanhando minha jornada. Fiz minhas escolhas tentando adequar os livros que já tinha e aqueles que queria muito ler, e o resultado está listado abaixo: 

  1. Um vencedor do Jabuti: As meninas, de Lygia Fagundes Telles, foi escrito em 1973 e ganhou o premio Jabuti em 1974. Como ainda não li nada dessa escritora, achei a escolha perfeita;(24/02/2017 – √)
  2. Um livro japonês: O Silêncio, Shusaku Endo. Faz tempo que comprei este livro, porque tinha achado o tema bem interessante, mas estava lá largado na estante, e outros foram passando na frente. Este vai ser aproveitado para o projeto 198 Livros, pois ainda não cheguei no Japão; (14/06/2017- √)
  3. Um livro que explore o erotismo: Trópico de Câncer, de Henry Miller. Nunca li nada deste autor, então estou aproveitando a oportunidade;(04/04/2017- √)
  4. Um roman à clef: Chá das Cinco com o Vampiro, de Miguel Sanches Neto. Dentre os livros da categoria pesquisado foi aquele que despertou a maior curiosidade, além de ser um escritor nacional, ainda desconhecido para mim. Oportunidade de conhecer; (12/12/2017- √)
  5. Um livro com um protagonista detestável, O Tribunal da Quinta-feira,  Michel Laub. O protagonista é um machista que traiu a mulher, e então estou presumindo que deve ser detestável;(29/05/2017- √)
  6. Um livro triste, A Dama das Camélias, de Alexandre Dumas Filho e a oportunidade de ler Dumas, seria a primeira opção; e a segunda seria O Bosque das Ilusões perdidas, de Alain-Fournier; (30/12/2017 – √)
  7. Um autor que você já conheceu pessoalmente: Uma mulher vestida de Sol, de Ariano Suassuna. Primeira tragédia produzida no nordeste, e com a qual Ariano começou sua carreira teatral. E é o único livro dele que ainda não tinha lido; (25/02/2017 – √)
  8. Um livro com engajamento político: Quarto de despejo, de Carolina Maria de Jesus. Estava com muita vontade de ler este livro;(28/05/2017 – √)
  9. Um livro que você ganhou de um amigo: A imortalidade, de Milan Kundera. Recebi de presente de aniversário de minha amiga Patrícia; (27/12/2017 – √)
  10. Um romance psicológico: O Enigma de Espinosa, de Irwin D Yalom. Queria ler sobre Spinosa e tinha este livro em casa; (14/05/2017 – √)
  11. Um livro escrito antes do renascimento: A Divina Comédia, de Dante Alighieri.  Ainda não tinha lido, estou indo para Florença, preciso me familiarizar com Dante, além de ter o livro em casa;(05/02/2017 – √)
  12. Um livro já resenhado pelo Livrada: Grande Sertão: Veredas, de João Guimarães Rosa, porque já está mais do que na hora de ler este livro; (29/11/2017 – √)
  13. Um livro de correspondência: Carta ao Pai, de Franz Kafka; (08/02/2017 – √)
  14. Um livro que se passa em um lugar em que você já esteve: As Batalhas no Deserto, de José Emílio Pacheco. Em minhas pesquisas para encontrar um livro para representar o México no projeto 198 livros, encontrei este livro. Mas, depois resolvemos fazer uma leitura coletiva de Malinche, e então o livro ficou para lá. Bom chegou a hora dele. (07/01/2017 – √)
  15. Vida e Destino, de Vassili Grossman. Escolha de Yuri. (25/07/2017 – √)

Agora é só acompanhar.

        E hoje, 30/12/2017,  no final do segundo tempo consegui cumprir o Desafio. Foi uma experiência divertida e instigante. Fazendo um balanço, acho que algumas categorias não corresponderam exatamente aquilo que imaginava, como foi o caso da 3. Trópico de Câncer, não explora de forma nenhuma o erotismo. E também achei que o protagonista do Tribunal da Quinta-Feira, não é detestável, apenas mais um resultado do linchamento virtual. Quanto a categoria 6, um livro triste, terminei lendo, O Bosque das Ilusões Perdidas, que de fato é um livro muito triste. No geral, acho que acertei nas minhas escolhas.