Cuba: Habana Viedja

Padrão

 IPHONE DE ANA 066

           Em 1982, o centro histórico de Havana, ou Habana Viedja, foi declarado Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade, e tombada pela UNESCO. Foi lá que se iniciou a urbanização de Havana, no início do século XVI. O bairro de Habana Viedja, tem o formato de uma ponta, se iniciando no Castillo de San Salvador de la Punta, contornando até Estación Central de Ferrocarriles, e segue pela paseo de Martí, até encontrar o Castillo de San Salvador novamente. O paseo de Martí atravessa a Praça Central, e chegando nessa praça você praticamente já se achou, pois é possível pegar qualquer transporte: táxis, carros antigos, cocotáxi, bicitáxi, e os ônibus turísticos T1 e T3, além da facilidade de orientação em relação a cidade de Havana como um todo e principalmente, para se iniciar um walking tour, por toda Habana Viedja, como nós fizemos.

Paseo Jose Martí

Paseo Jose Martí – Praça Central

Viagem Abril2014 038

                   Segundo dados pesquisados no guia de Eduardo Ernesto Felippi, quando houve a dissolução da URSS, a partir de 1991, e a retirada do auxílio monetário à ilha, Cuba começou a viver o “período especial”, com o racionamento no setor energético, principalmente com o petróleo e diminuição dos compradores de açúcar. Visando melhorar a entrada de divisas no país, o governo passou a investir no turismo, apoiando atividades privadas como a criação das casas particulares e paladares, que possibilitariam também um aumento na renda da população.  Também foi criado o grupo Cubanacán, de capital misto entre o Canadá(principal investidor estrangeiro em todos os setores do país), com o objetivo de explorar o turismo em Cuba. Assim, quando chegamos no bairro, é visível o contraste em relação ao restante da cidade, com a maioria dos edifícios sendo restaurados, ruas humanizadas, uma delícia percorrer toda Havana Viedja a pé.IPHONE DE ANA 151

               E não existe outra pedida em Habana Viedja que não seja caminhar, caminhar e caminhar. Assim, sem pressa, vai se descobrindo recantos, praças e lugares incríveis. As ruas humanizadas estão lotadas de turistas, cubanos atrás dos turistas e os nativos vivendo suas vidas. E mais, sempre se escuta os acordes da salsa. E quando chega a noite, aí é que a agitação se faz sentir, fazendo valer as palavras de Leonardo Paduro, em A Neblina do Passado:”…o colorido cenário musical das turbulentas noites havanesas dos anos 1950, tão cheias de brilho e alegria….” E foi assim, pé ante pé, que clicamos alguns desses lugares maravilhosos.

Plaza de la Catedral

Catedral de la Habana na Plaza de la Catedral

Catedral de la Habana na Plaza de la Catedral

Restaurante El Pátio

Restaurante El Pátio

IPHONE DE ANA 261

Plaza San Francisco

IPHONE DE ANA 078IPHONE DE ANA 079IPHONE DE ANA 222IPHONE DE ANA 080

Plaza de Armas

Viagem Abril2014 052IPHONE DE ANA 208

Venda de livros na Plaza de Armas

Venda de livros na Plaza de Armas

IPHONE DE ANA 215

Plaza Viedja

Essa de todas foi a minha preferida, pela beleza, animação, música e os drinks. Perfeita!

IPHONE DE ANA 087IPHONE DE ANA 088IPHONE DE ANA 086

Mojitos

Mojitos

Mas nem só de praças vive Habana Viedja!

Jardim de Madre Teresa de Calcutá no pátio do Convento de San Francisco, com a estátua em bronze do escultor José Villa Soberón.IPHONE DE ANA 217

Farmácia e Livraria, clicadas pela diferença de lay-out.IPHONE DE ANA 043IPHONE DE ANA 196 IPHONE DE ANA 197E a incrível maquete da cidade!IPHONE DE ANA 154 IPHONE DE ANA 155 IPHONE DE ANA 156

Adiante, ainda tem mais Cuba fora de Habana Viedja!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s