Pula, de bike.

Padrão

                       No terceiro dia, achei que a pedida era terminar de conhecer Pula, ir além dos pontos turísticos. Então, aluguei uma bike no meu hotel, um dia por 50 kunas, peguei o mapa e comecei a pedalar. Como já estava em Verudella, foi por lá que comecei (a direita no mapa, onde estão localizados a maioria dos hotéis, identificados por quadrados vermelhos).

foto (4)

                    Fiz um tour pelo bairro, primeiro passei pela Marina Bunarina, e logo em seguida, após um descida, fiquei sem fôlego com a visão dessa praia, então parei, e fui molhar os pés na água, sentar na pedra e admirar a paisagem.

Marina

Marina Bunarina

180184

                    Nessa praia, ainda em Verudella, encontrei esse animal que não identifiquei, nem pelo nome, nem pelo aspecto. Tentei chegar perto, mas levei um fora, porque os seres humanos tinham que ficar a uma distância mínima de 10 metros. Só então reparei que haviam algumas pessoas com máquinas fotográficas, paradas olhando para o que me pareceu ser filhote de peixe-boi.

191

                  Saindo da praia continuei pedalando por Verudella, mas nas praias seguintes, não desci, porque ali naquele trecho elas não são muito amigáveis. Muito íngremes e com muita pedra, também não ia mesmo tomar banho, por que a água estava muito fria, congelando, mal consegui colocar os pés. Parei no forte e dispensei o Aquarium Fort Verudella, porque estava um dia lindo, e era um pecado perder tempo em um recinto fechado. Em seguida peguei a avenida em linha direta para o centro.

193                     O centro de Pula no mapa pode ser identificado pela concentração de quadrados amarelos, que são os monumentos históricos. Fui percorrendo as ruas por onde ainda não tinha passado e parei na praça do forum para almoçar. Eram muitas opções, então fui pelo feeling e acertei em cheio, com um prato típico do lugar: risoto de frutos do mar.  197198199

Parceiros ciclistas

Parceiros ciclistas

                       Saindo do centro, decidi ir margeando a orla até encontrar de novo com a avenida que ligaria ao meu hotel. E descobri cada paisagem de tirar o fôlego.203205

Uma das poucas praias com areia

Uma das poucas praias com areia

Comunicação por mímica.

Comunicação por mímica.

              Essa croata não falava inglês, nem italiano, e conseguimos nos comunicar, ela estava com o marido e a filha na praia e eu  fiquei feliz de encontrar gente. Estava vindo de uma região super deserta e estava com medo.

221224

230

Eu, minha bike e uma pausa para descansar no paraíso.

Eu, minha bike e uma pausa para descansar no paraíso.

241

 

Tehnomont Marina Veruda, atrás do meu hotel

Tehnomont Marina Veruda, atrás do meu hotel

Despedida da Croácia

                   E foi com este por do sol, que me despedi da Croácia, já que o dia seguinte seria a volta e deslocamento não conta. 100% de aproveitamento na minha experiência solo. País lindo demais, ficou a vontade de conhecer outras cidades.

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s