Iêmen

Padrão

 51grNsv+58L._SX373_BO1,204,203,200_Em janeiro deste ano, foi veiculada a notícia da morte, por apedrejamento de uma mulher, por combatentes do  Al-Qaeda, sentenciada por adultério e prostituição. Ela foi colocada dentro de um buraco no meio de um pátio de um prédio militar, e apedrejada até a morte diante de dezenas de habitantes da cidade de Mukala, capital da província de Hadramut. Isto aconteceu este ano. O Iêmen é considerado o país mais pobre do Oriente Médio, e onde está baseado o braço mais ativo do Al-Qaeda na Península Arábica (AQAP), a organização fundada por Osama Bin Laden. O país faz jus, a imagem conflituosa, que temos da maioria dos países do Oriente Médio. Faz fronteira com Omã, que vive uma situação política, bem diferente. Mas, se na política os dois países vivem situações opostas, encontrei semelhanças na literatura.

Assim com no livro de Omã, o escolhido para representar o Iêmen, A Land without Jasmine, de  Wajdi al-Ahdal, tem vários narradores, e o autor também faz uso do surrealismo, para mandar sua mensagem. O livro está dividido em 6 capítulos, cada um narrado por um personagem diferente, sendo o primeiro narrado por Jasmine, a personagem em torno do qual a história se desenvolve. Ela tem 20 anos e é estudante do primeiro ano da faculdade de Ciências na Yemen’s Sanaa University, e narra o constrangimento que sente pelo assédio dos homens, pois,segundo ela, no Iêmen, todas as jovens mulheres quando saem a rua, são como as celebridades em outros países, devido aos inúmeros olhares que atraem. A maioria dos homens a olham de forma lascíva, e tem a sensação, que seria estuprada várias vezes ao dia, se não tivesse a garantia de que todos estivessem vigiando uns aos outros. Jasmine percebe que nem todas as mulheres se sentem, tão ofendidas e revoltadas, como ela, que não é casada e nunca teve experiência sexual, e reflete que, talvez depois de casada possa reagir de forma diferente, assim como as outras mulheres. Além da pressão que sofre na rua, em casa, está sob vigilância constante do pai, da mãe, e dos três irmãos mais velhos, que consideram que por ser uma jovem mulher, a qualquer momento pode vir a desonrá-los. Sua vida, é um sofrimento sem fim, pois ninguém pensa  nos seus sentimentos, sonhos, ambições, e no direito que tem viver uma vida feliz. A sociedade, transformou sua existência de ser humano, que pensa e sente, em um mero objeto de prazer. Até que um dia, ela desaparece! E se inícia a investigação policial para descobrir o paradeiro de Jasmine, e a medida que os outros capítulos vão sendo narrados, vamos conhecendo mais dos personagens que fazem parte desta sociedade tão opressora.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s